segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Placa no Cemitério da Saudade é restaurada





O Núcleo MMDC Voluntários de Piracicaba, em parceria com o Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba (IHGP), restaurou a placa denominativa instalada no jazigo do Soldado Constitucionalista de 1932 instalado no Cemitério da Saudade. 

Isso ocorre devido ao desgaste da placa instalada em 2003, sendo que os voluntários ali enterrados tinham a denominação em placa adesivada que tornaram-se ilegíveis devido às intempéries climáticas assim como a constante exposição aos raios solares. A nova placa tem a gravação a laser, mais resistente e com maior durabilidade.

Segundo o presidente do MMDC e membro do IHGP, jornalista Edson Rontani Júnior, a troca estava sendo estudada há um bom tempo e, colocada neste Dia de Finados de 2016, serve como homenagem aos piracicabanos que tomaram em 1932 em prol de uma nova Constituição para o Brasil, a qual foi promulgada em 1934. 

No Mausoléu estão depositados os restos de voluntários que morreram nos confrontos da época: Ennes Silveira Mello, Natal Meira Barros, Sylvio Cervellini, José Homero Roxo e Romário Mello Nery. Francisco Honório de Souza faleceu em 1932, mas foi sepultado em Silveiras. Como era piracicabano, a família fez a transposição de seus restos mortais ao Mausoléu em 2003.


Nenhum comentário: