domingo, 10 de julho de 2016

Famílias de ex-combatentes de 32 recebem homenagens em Piracicaba


   Famílias de ex-combatentes de 32 recebem homenagens em Piracicaba Os familiares de 45 ex-combatentes da Revolução Constitucionalista de 1932 participaram de solenidade realizada na Praça José Bonifácio, em Piracicaba (SP), na manhã deste sábado (9). Os soldados que lutaram no conflito armado receberam homenagens póstumas. A celebração teve hasteamento de bandeiras, salva de tiros e desfile. A programação de atividades terminou na Câmara de Vereadores, onde foi aberta uma exposição sobre o tema.

   Em Piracicaba, mais de 1,7 mil voluntários e combatentes participaram da Revolução de 32. Em todo o estado, foram mais de 300 mil pessoas.

   A Revolução   Considerada como a primeira e maior revolta contra o governo ditatorial de Getúlio Vargas, a Revolução de 1932 foi uma mobilização do estado de São Paulo que liderou a tentativa de derrubar o então presidente da República do poder e promulgar uma nova Constituição para o Brasil.

   O movimento foi marcado pela morte dos estudantes paulistas Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo, em 23 de maio de 1932, em um comício na capital. As iniciais de seus nomes (MMDC) transformaram-se na sigla da Revolução Constitucionalista.

   Homenagens   O primeiro ex-combatente homenageado foi Romeu Gomes de Oliveira, que faleceu no dia 17 de junho, aos 100 anos.
   Ele era o único soldado vivo entre os voluntários que saíram da cidade para lutar contra o governo do presidente Getúlio Vargas. Viúvo de Silvandira Bernardo de Oliveira, ele deixou filhos, netos e bisnetos.
   Na sequência, foram entregues outras 44 homenagens póstumas às famílias dos ex-combatentes. Entre elas, a de Agostinho de Aguiar, Alberto Botelho, Antonietta Marozze Rigghetto, Armando Ferreira Alves, Benedicto Rocha, Bruno Bueno Rocha, Christiano Marius Peetz, Cícero Certaim, Dante Mariconi, Dirceu Vieira, Domingos de Campos, José Pires Fleury Júnior, Ennes Silveira Mello e Francisco Sampaio.
 
   Receberam condecorações póstumas também as famílias dos ex-combatentes de 32: Giácomo Galdi, Jacques de Andrade, João de Aguiar, João Rocha, Joaquim Moreno, Joaquim Perossi, José Armando Furlani, José Felício, José Gabriel Dias Brasil, José Machado de Lima, José Martins, Julio de Andrade, Lazaro de Macedo, Leônidas Fogaça, Luiz Avelino Bortolan, Luiz Castilho, Luiz Gomes dos Reis, Luiz Siqueira, Manoel Sampaio Mattos, Maria Rinaldi de Macedo, Mário Ducatti, Miguel Melchiades Sendin, Natal Meira Mattos, Orestes Signorelli, Ormindo de Camargo, Oscarlino da Costa, Pedro Salgado, Romeu Gomes de Oliveira, Scar Antonio Bressan, Sebastião Firmino de Arruda, Silvino Carletto, Valdomiro Zaghi e Walter Radamés Accorsi.

    O vereador João Manoel dos Santos (PTB), o prefeito de Piracicaba, Gabriel Ferrato (PSDB), Pedro Kawai (PSDB) representantes da Polícia Militar, Tiro de Guerra, Guarda Civil, Corpo de Bombeiros, o Grupos dos Escoteiros da cidade e o jornalista Edson Rontani Júnior, presidente do Núcleo MMDC Voluntários do município estiveram presentes na solenidade.

Nenhum comentário: