domingo, 6 de julho de 2014

Medalha Constitucionalista ao E. C. XV de Novembro de Piracicaba


O ano era o de 1932, o Brasil era presidido pela forte ditadura de Getúlio Vargas e o estado de São Paulo não concordava com tamanha tirania e começava a se rebelar. A deflagração da revolução aconteceu mês de julho e Piracicaba entrou na batalha por um mundo melhor.

O clima era de tensão, as atividades esportivas ficaram suspensas por 90 dias e os atletas dos clubes de futebol da cidade, incluindo o XV de Piracicaba, disponibilizavam seus atletas para o combate.

Na época o presidente alvinegro era Esmeraldo Muller e em uma reunião, no dia 17 de setembro, a diretoria decidiu doar suas taças, medalhas e troféus ao MMDC, para a campanha “Ouro para São Paulo”. No mesmo dia, conforme consta nos arquivos do jornalista Rocha Neto, a diretoria recebia do zagueiro quinzista, Petrônio Beluca, uma carta avisando que estava na frente de batalha e mandando lembranças a torcida piracicabana. Outros atletas como Geraldo Toledo, Chico de Godói, Antonio Leme, entre outros, estiveram nos campos de batalha.

Na cidade, o clube cedia seu campo para jogos beneficentes em prol da revolução, como a partida do dia 18 de setembro em favor da Cruz Vermelha, no jogo entre 28 de Setembro e Macahé (0 x 0) e a partida realizada no dia 25 do mesmo mês entre um combinado da Vila Rezende sobre o resto da Cidade, com vitória para os rezendinos por 2 a 1.

Passados 82 anos, a Sociedade de Veteranos MMDC do estado de São Paulo permanece viva e cultivando a memória dos heróis paulistas. Através da iniciativa do núcleo de voluntários de Piracicaba, o XV de Piracicaba vai receber a Medalha e Diploma Constitucionalista.
 
O evento ocorre neste dia 07 de julho, às 15h, na sala de imprensa do alvinegro. “Na época, com o embargo do governo federal ao estado de São Paulo, bens como ferro e aço eram coletados da população para serem transformados em material de auxílio aos combatentes que se movimentaram conta o governo Getúlio Vargas. Assim, as medalhas e troféus, junto a outros itens doados pela população, foram transformados em canecas para saciar a sede dos combatentes, ou em capacete de proteção e até mesmo para a confecção de armamentos e munições”, explica o presidente do núcleo MMDC de Piracicaba, Edson Rontani Júnior.

O presidente do XV, Celso Christofoletti, estará presente na solenidade e se sentiu feliz com a honraria. “Piracicaba teve um papel importante na Revolução e o XV centenário fez parte desta história, doando seus homens e seus troféus. Será uma grande prazer receber essa homenagem”, finalizou.

Resumo:
Coletiva de Imprensa
Assunto: Entrega de Medalha e Diploma ao XV pelo MMDC do Estado de São Paulo
Data: 07 de julho, às 15h
Local: Sala de Imprensa do XV de Piracicaba

Nenhum comentário: