terça-feira, 8 de julho de 2014

Jornal O Momento


O jornal "O Momento" foi um importante veículo de comunicação durante a Revolução Constitucionalista de 1932. Possui pouca referência a qual deveria situá-lo no contexto da história de Piracicaba. O Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba possui os exemplares originais, todos encadernados. A Biblioteca Municipal de Piracicaba os possui de forma digitalizada, guardadas em disquete de 1.4 megabytes. 

Era de propriedade de Fernando Aloisi e tinha com diretor de redação o dr. Moacyr Amaral Santos. Circulou nos anos de 1930. Sua redação situava-se à rua São José, 63, ao lado da praça José Bonifácio, Centro de Piracicaba. Era o principal elo de ligação entre os voluntários e suas famílias. Piracicaba enviou cerca de 1.000 voluntários, conhecidos como "Voluntários de Piracicaba". Na época, apenas o rádio existia como veículo de comunicação, não sendo um veículo de massa como conhecemos, pois eram feitos de válvulas, o que encarecia seu valor. Além dele, apenas o telégrafo existia. Ambos muito caros. O cinema falado começava a engatinhar e, embora o cinema nacional já possuísse seus astros e autores, ainda não havia sido descoberta ou feita uma ação empreendedora nos documentários. O teatro era outra área de comunicação, mais destinada ao entretenimento, o qual movimentava e atraía as grandes multidões. A televisão por aqui só apareceu em 1945. Internet ...e outros veículos ... Muitas décadas depois. Jornais eram os meios mais rápidos de comunicação. A notícia demorava dias para chegar. 

Assim, O Momento, antes mesmo de estampar impressas as notícias tinha um serviço espetacular de informação via alto-falantes. A redação situava-se na rua São José em frente ao estacionamento do Banco Bradesco, pouco ao lado de onde encontra-se o Poupatempo Estadual. Ali, uma sirene era acionada por volta das 13 horas conclamando os piracicabanos a se dirigirem à praça José Bonifácio e ouvir pelos alto-falantes as novidades dos fronts de batalha, que normalmente chegavam da capital paulista. Da capital, as informações proviam com ênfase aos frontes do norte do país, ou seja, das dívisas de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Algumas destas manifestações ocorreram como esta de Jacob Diehl Neto, de 30 de agosto de 1932.


Nenhum comentário: