segunda-feira, 30 de junho de 2014

XV recebe Medalha Constitucionalista





   O Esporte Clube XV de Novembro de Piracicaba receberá a Medalha e Diploma Constitucionalista outorgado pela Sociedade de Veteranos MMDC do Estado de São Paulo. A entrega ocorrerá em solenidade agendada para 7 de julho, segunda-feira, antevéspera do feriado estadual em memória à Revolução Constitucionalista de 1932, às 15 horas na Sala de Imprensa do Estádio Barão da Serra Negra. A Medalha e o Diploma são registrados no setor de honrarias da Casa Civil do Estado de São Paulo.
   A iniciativa surgiu do Núcleo MMDC Voluntários de Piracicaba em razão do centenário do alvinegro piracicabano e também pelo empenho do time durante a Revolução de 1932. O jornalista Edson Rontani Júnior, presidente do Núcleo, lembra que, então com 19 anos de fundação, o XV de Novembro doou todos seus troféus e medalhas para a causa constitucionalista. Na época, com o embargo do governo federal ao estado de São Paulo, bens como ferro e aço eram coletados da população para serem transformados em material de auxílio aos combatentes que se movimentaram conta o governo Getúlio Vargas. Assim, as medalhas e troféus, junto a outros itens doados pela população, foram transformados em canecas para saciar a sede dos combatentes, ou em capacete de proteção e até mesmo para a confecção de armamentos e munições.
   Segundo o historiador Rocha Netto no livro “A História do XV”, “todos os clubes da cidade, desde o 28 de Setembro, ao São João, Independência, Palestra, Sucrerie e outros, passando pelo Luiz de Queiróz e pelo grande XV de Novembro, enviaram seus jogadores para as trincheiras, onde todos eles mostraram a sua perícia em campos diversos. O XV, além de ceder apreciável número de atletas e dirigentes, resolveu também aliar-se à grande luta, fornecendo, no dia 17 de setembro de 1932, ao M.M.D.C., de todo o seu acervo esportivo, representado por taças de prata, de folhas, de medalhas, estatuetas etc., para a campanha "OURO PARA SÃO PAULO".
   Além disso, o alvinegro também cedeu jogadores que compuseram o “Batalhão Desportivo” que se apresentaram no campo do São Paulo F.C. situado então no Floresta Antiga, capital paulista. Deste os combatentes esportistas estavam o ala-esquerdo Francisco de Godoy (campeão do interior de 1931), Antonio Leme e Geraldo Toledo.
   A solenidade será acompanhada por representantes da imprensa, esportistas, autoridades militares e convidados.


Nenhum comentário: