quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

MÉDICO DO BATALHÃO PIRACICABANO NA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 DR. LUIZ GONZAGA DE CAMPOS TOLEDO - O DR. LULA


Dr. Luiz Gonzaga de Campos Toledo
O Patrono
Dr. Luiz Gonzaga de Campos Toledo, nasceu em Tietê em 13 de fevereiro de 1900, filho de uma enorme e tradicional família de 19 irmãos. O "LULA", apelido familiar", mudou-se com a família para Piracicaba em 1907 pelo motivo da qualidade de ensino que a cidade já oferecia naquela época.
Dr. Luiz Gonzaga fez o seu curso primário no grupo escolar Moraes Barros, após o término matriculou-se na Escola normal, hoje Sud Mennucci, onde fez o curso para professor primário. Neste período trabalhou como balconista de loja em loja para se manter economicamente. Formado, foi dar aula na escola rural, sendo promovido como Diretor Escolar. Deixou a educação para fazer medicina na Universidade de São Paulo.
Já na universidade começa a medicar. Formado como médico torna-se uma das figuras mais expressivas da cidade de Piracicaba, foi fundador e 1º Presidente da Associação Paulista de Medicina (A.P.M.). Era filantropo, atendendo orfanatos, asilos e cadeias como médico voluntário. Participou como político sendo vereador da Câmara Municipal desta cidade.
Foi MÉDICO DO BATALHÃO PIRACICABANO NA ÉPOCA DA REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 e pela benevolência e compreensão do povo desta cidade que considera e outorgam a ele o título de "Cidadão Piracicabano" no ano de 1963.
Em homenagem, uma rua do Bairro Castelinho recebeu o nome de "Dr. Lula".
O médico e cidadão faleceu em 19 de agosto de 1968, estando enterrado no Cemitério da Saudade de Piracicaba.
Escrito por Escola Luiz Gonzaga às 08h18 20/09/2011

Em 1950 a Associação Paulista de Medicina que abrigava aos médicos da capital, graças aos trabalhos dos professores Dr. Jairo de Almeida Ramos e Alípio Corrêa Neto decidiram estender seu âmbito de ação também para o interior, criando as seções regionais e filiadas. Em Piracicaba, o grande batalhador para a instalação da regional foi o Dr. Luiz Gonzaga de Campos Toledo (Dr. Lula) e, sendo na época o Presidente de Sociedade de Medicina e cirurgia o Dr. Nelson Meirelles, que reconhecendo a importância desse acontecimento, decidiu em conjunto com outros colegas, paralisarem temporariamente as atividades da Sociedade para dar apoio a fundação da Regional da APM de Piracicaba.

ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE MEDICINA - SEÇÃO REGIONAL DE PIRACICABA - A Associação Paulista de Medicina (APM) fundada em 29 de novembro de 1930, abrangia os médicos da Capital de São Paulo, porém com a reforma do Estatuto em 1948, todos os médicos do Estado passaram a integrá-la, incorporando-se a ela as várias sociedade já existentes.

A partir dessa data, o Dr. Lula, que era Delegado do Departamento de Previdência não mediu esforços e após três reuniões de Intercâmbio Científico e Cultural com Diretores da APM, decidiram fundar a Regional de Piracicaba e depois de mais outras tantas reuniões preparatórias, no dia 19 de janeiro de 1950, na Sede da Legião Brasileira de Assistência (Società Italiana de Mutuo Socorso), instalou-se a Assembléia Geral de Fundação com a presença de 38 médicos ( fundadores), foi eleita por voto secreto, a primeira.
Entretanto, o Dr. Tito, presidente eleito, renunciou ao cargo alegando que por justiça o presidente deveria ser o Dr. Lula. O Vice-presidente Dr. Bernardo convocou a Assembléia Legislativa Extraordinária, quando compareceram 29 sócios e o Dr. Lula recebeu 27 votos válidos, tendo ainda 01 em branco e 01 destinado a outro colega. A primeira sede foi instalada no Edifício Leitão, na Rua Alferes José Caetano, esquina com a Rua São José. Posteriormente passou a funcionar na Santa Casa, onde todos os membros do Corpo Clínico eram associados. Nessa época a Regional de Piracicaba estava integrada pelas seguintes cidades: Capivari, Santa Bárbara D'Oeste, São Pedro, Águas de São Pedro, Tietê, Laranjal Paulista, Cerquilho, Rio das Pedras, Pereiras, Charqueada, Rafard e Santa Maria da Serra.