segunda-feira, 23 de julho de 2012

HOMENAGEM DA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL AOS "HERÓIS DE 32"



                Neste ano, a Federação Paulista de Futebol batizou uma de suas competições, a Copa Paulista, de “Heróis de 32”, em homenagem ao Jubileu de Carvalho do principal conflito armado ocorrido no país no século XX. A Revolução Constitucionalista de 1932, pouco lembrada até então, começa a ganhar forças e adentrar de vez na lembrança dos brasileiros, principalmente dos paulistas, os protagonistas deste importante evento.
            A homenagem aos Heróis de 32, além de comemorar os 80 anos do conflito, também resgata a memória dos desportistas que deixaram o esporte e engrossaram o contingente paulista. O mais famoso deles foi o jogador de futebol Arthur Friedenreich, mais conhecido como “El Tigre”, que jogava no São Paulo à época. Este futebolista abre mão até mesmo de medalhas e troféus para ajudar no financiamento da luta armada de São Paulo na revolução de 32, liderando o “Batalhão Esportivo” e chegando ao cargo de segundo tenente. Assim como Friedenreich, outros jogadores trocaram a bola pelas armas neste momento da história: Araken Patuska (jogador do Santos), Antonio Guilherme Gonçalves (ex-presidente do Santos e médico na revolução), Athiê Jorge Coury (goleiro do Santos), dentre tantos outros.
            A Copa Paulista é a segunda maior competição do estado de São Paulo, dando direito ao campeão a disputar a Copa do Brasil, juntamente com os principais times do país. Justa homenagem!

Objetos e uniforme usado por Arthur Friedenreich na Revolução de 1932

Por:  Mauricio Beraldo, historiador e funcionário do Museu Histórico e Pedagógico Prudente de Moraes

Nenhum comentário: